Hugo Scabello

A dinástia e o império das liberdades negadas
dezembro 22nd, 2012 by hugoscabello

Informações sobre este sítio

Este é um sítio de divulgação de meus livros e projetos. Atualmente são 4 projetos escritos, e um projeto musical. Abaixo algumas informações sobre estes, mas antes, uma recomendação:

>>>>> SUGIRO ENFATICAMENTE QUE SE PRIORIZE A VERSÃO DECLAMADA DOS POEMAS – PARA AQUELES POUCOS QUE A POSSUEM. OU A VERSÃO EM pdf, POIS A VISUALIZAÇÃO NO CORPO DO SÍTIO NÃO RESPEITA OS ESPAÇAMENTOS. <<<<<

Novidades (06/10/14):
– Adicionado o poema: O Circo Passou…

Novidades (04/07/14):
– Adicionado o texto: Somos Livres, Somos Fortes, Somos Tanto – uma apologia à pertinência do sindicalismo revolucionários para os dias atuais

Novidades (04/07/14):
– Adicionado o texto: Por um PCC para o ME

Novidades (18/02/14):
– Adicionado o texto: O Partido Partindo da Plataforma (…ou dissecando o partido anarquista I)

Novidades (6/02/14):
– Adicionado o texto: A construção e a desconstrução do Brasil

Novidades (9/12/13):
– Adicionado o texto: Navegar no Turbilhão

– Atualizados: Manifesto Estudantil Revolucionário (a4)Manifesto Estudantil Revolucionário (a5)

Novidades (29/11/13):
– Adicionado livro e livreto virtual de compliações de textos sobre a luta estudantil: Manifesto Estudantil Revolucionário (livro em a4) e Manifesto Estudantil Revolucionário (livreto em a5)

– Adicionado livro e livreto virtual: Geografia e Calendário (livro em a4) e Geografia e Calendário (livreto em a5)

– Adicionado livro e livreto virtual: Nihil, uma Epopéia (livro em a4) e Nihil, uma Epopeia (livreto em a5)

– Adicionado livro e livreto virtual: Lira dos Quinze Anos (livro em a4) e Lira dos Quinze Anos (livreto em a5)

– Retirada a página do projeto musical ABsynth, por dificuldades para subir arquivos em mp3 no blogue (quem sabe um dia…)

Novidades (03/11/13):
– Adicionado o texto: Regimento é só papel

Novidades (02/11/13):
– Adicionado o texto: Fazer greve com piquete é fazer geografia

– Adicionado o texto: Os ataques misteriosos promovidos pela Gangue das Violentas Cadeiras

Novidades (22/09/13):
– Adicionado o texto: O que é anarquismo (Nicolas Walter comentado por Hugo Scabello)

Novidades (06/09/13):
– Adicionado o texto: Libertário – verbete

Novidades (28/08/13):
– Adicionado o texto: Balanço crítico da representação discente

Novidades (23/07/13):
– Adicionado o texto: Manifesto Estudantil Revolucionário

– Adicionada a compilação: Manifesto Estudantil Revolucionário (compilação)

Novidades (05/07/13):
– Adicionado o texto: A experiência rizomática

Novidades (24/06/13):
– Adicionado o poema: Poelítica

Novidades (09/06/13):
– Adicionado o poema: Estou só

Novidades (12/05/13):
– Adicionado o artigo: Nem machos oprimidos, nem pretensos feministas

– Adicionado o poema: Au Revoir, Mandi

Novidades (20/02/13):
– Versão declamada dos seguintes poemas: A Autogestão Processual, À Luz, A Vida, Ao empurrar o Ar para dentro da Gaita da Namorada, Nada Falar, Duas Gatinhas, Quando Fizer um Filme, O Rio das Mágoas, Quem é Aquela que se Vai?, Sou Caçador de Sonhos, Sou Incapaz, Versos Subversos

_____________________________________________________________________

Lira dos 15 Anos
Escrito em sua maior parte aos meus 15 anos, e em menor parte, aos meus 16 anos  ou seja, lá por 2001 e 2002. Os textos escritos posteriormente aos 15 anos estão nas sessões “póstumas”.
Como é de se esperar, são poemas e contos com forte dosagem de rebeldia e depressão típicas de um adolescente não-adaptado. É meio difícil para mim julgar os escritos deste projeto, já que fazem dez anos já que este fora escrito, todavia, ainda assim, gostaria de recomendar os seguintes poemas: Pseudo-soneto Cinza; DecaDência

Nihil, uma Revisão Epopeica
Um projeto o qual poderia ironicamente ser qualificado de sempiterno. Sua origem se perde na minha vida, e seu término, talvez nunca venha a existir. Entretanto, como fora escrito cerca de 3/4 do que havia previsto para esta epopéia, parece-me que pode ter algum valor o publicar (caso eu esteja enganado, não vejo problema algum de qualquer maneira).
Escrevi a maior parte desta pós-moderna e niilista epopéia aos 16 e 17 anos (ou seja, 2002, 2003 e 2004), contudo, acho que lá pelo meus 21 anos, resolvi resgatar este projeto, e iniciei a longa tarefa de revisar todo seu texto, afim de na sequência, o terminar – o que não se realizara…

A Geografia e o Calendário
Projeto sem data de ínicio, encerrado no dia 21/12/2012 – fim do grande ciclo maia. A maior parte dos poemas e das prosas foram escritos entre meus 22 e meus 25 anos de idade. Há uma clara influência, principalmente na proposta estética deste projeto,  do manifesto Dogma 10 proferido por Linih em Nihil, uma Revisão Epopéica, ainda embora, eu não seja louco o suficiênte para seguir por completo as recomendações de uma personagem minha.
Recomendo os seguintes escritos: Poemas -> Ao Empurrar o Ar para dentro da Gaita da Namorada, Poema sem Nome (I), Te Quero, textos ->Assembleia, autogestão e democracia direta; eleição, heterogestão e democracia representativa, Nem Vanguarda Nem Retaguarda, Nomoespacialização, normalização social e sociedade de classes: o Anjo Exterminador e o projeto de poder da modernidade, Individualismo, “pós-modernidade” e anarquismo, Contos -> Perdido na Poluída Polis

Liberdades Negadas

Projeto iniciado com o fim do grande ciclo maia 21/12/2013, logo, ainda em seu ínicio. Seu poema de abertura é o Da Janela

ABsynth

Trata-se dum projeto musical de 2004 e 2005, quando eu tinha 17 e 18 aninhos. As músicas são basicamente feitas no computador… Bastante de garagem…